Fechar
Logo Cervejaria Eisenbahn
oi

Cervejaria Baden Baden



A cerveja Baden Baden é uma das primeiras cervejas artesanais do Brasil. A microcervejaria nasceu em 1999 na bela cidade de Campos do Jordão, quando 4 amigos se uniram com o sonho de produzir cervejas especiais.

Preparadas com ingredientes selecionados somados à...[Veja Mais]

VER PRODUTOS

baden-baden

Por muito séculos, a cerveja teve papel importante na dieta em qualquer nível da sociedade. Muitas civilizações tinham o hábito de pagar seus funcionários com cerveja! E por conta disso havia muita regulamentação, assim como era na Babilônia, na Alemanha a cerveja também é regulada pelas autoridades. E o primeiro regulamento surgiu em Augsburg. A época, qualquer estabelecimento que servisse cerveja ruim, ou quantidades baixas, ou fora do padrão, seriam multados, além de ter toda a cerveja destruída!

Mas o que de fato passou a deixar a Escola de Cerveja Alemã famosa, foi conhecida lei das cervejas: a Reinheitsgebot. Em Português ela é conhecida como Lei da Pureza, e é a regulamentação alimentar mais antiga de todo mundo. Com mais de 500 anos, essa lei da cerveja permanece inalterada até hoje! No ano de 1516, o então duque da Baviera, Wilhelm IV ordenou que todas as cervejas fossem produzidas com apenas três ingredientes: água, malte e lúpulo. Mais tarde soube-se que a levedura desempenhava papel importantíssimo na cerveja, então ela precisou ser alterada: água, malte, lúpulo e, claro, levedura. Logo, não só a Baviera produzia cerveja dessa forma, mas toda Alemanha passou a fazer a cerveja seguindo a risca essa Lei.

E por conta dessa Lei, um dos principais atributos da cerveja alemã é o tradicionalismo encontrado em praticamente todas as cervejarias. A cerveja mais antiga do mundo em atividade, por exemplo, está na Alemanha. A cervejaria Weihenstephan está em atividade há quase 1.000 anos! Isso mesmo, MIL anos. Fundada em 1.040, a cerveja Weihenstephaner é uma das cervejas mais tradicionais da Alemanha, junto da cerveja Erdinger, cerveja Paulaner, cerveja Hofbräu, cerveja Franziskaner, cerveja Warsteiner, cerveja Wienninger, entre outras.

Atualmente alguns cervejeiros alemães têm se arriscado em novas escolas, adicionando outros ingredientes na cerveja, contudo, é importante salientar que isso é uma pequena fração, diante da grandiosidade das cervejas da Alemanha. Além de muito tradicional, a cerveja é um patrimônio cultural imenso do país Bávaro, e um dos tipos de cerveja mais comuns do planeta é referência por lá: a famosa cerveja de trigo da Alemanha!

E por falar em tipos de cervejas, apesar das cervejas parecerem simples, com apenas 4 ingredientes, elas são simplesmente maravilhosas. É impressionante a quantidade de estilos de cervejas disponíveis, desde as cervejas de larga escala e principalmente nas cervejas artesanais.

A Alemanha também é conhecida pelas festividades com cerveja, sendo a mais tradicional, a Oktoberfest. Lá às cerveja do tipo Märzen são fabricadas em Março (Märzen), para serem apreciadas na festa em Outubro (Oktober). Então divirta-se com os tipos de cervejas alemãs.

GERMAN PILSNER
A German Pils é uma cerveja bastante leve, suave e fácil de beber. Suas características são similares às da Bohemian Pilsner, contudo o amargor é mais pronunciado, muito suave no entanto, enquanto as notas de biscoito e casca de pão são mais tímidas e estarão sempre em segundo plano. Sua cor tenderá geralmente do amarelo ao dourado com espuma branca de colarinho alto, porém com média a baixa persistência.


GERMAN WEIZEN OU WEISSBIER
Weizen em alemão é trigo, enquanto weiss é branco, logo em tradução livre seria cerveja de trigo e cerveja branca, e essa última é uma tradição nas cervejas deste estilo. São geralmente cervejas sem filtro, conhecidas como Hefeweizenbier ou Hefeweissbier (mas também podem ser filtradas, as Kristallweizen), de coloração amarelo ou até mesmo um amarelo-palha. Seu aroma é bastante frutado, lembrando a banana e também cravo. Essa cerveja especial é excelente para matar a sede, pois é muito refrescante, além de combinar muito bem com comidas apimentadas.


WEIZENBOCK
A Weizenbock é uma cerveja especial de trigo mais potente. Seu aroma remete demais a frutas secas escuras, como ameixas e uvas passas, mas também trazendo notas de baunilha, cravo e álcool. De coloração escura, ela passeia entre tons âmbar, rubi e marrom. No paladar, lembra um pouco de castanhas, banana, cravo e frutas secas como ameixa e uva passa.


BOCK
A cerveja Bock tradicional geralmente é a mais encorpada e alcoólica da escola alemã. Geralmente escura, com boa formação de espuma, esse tipo de cerveja sempre tem teor alcoólico maior que 6,3%, e a principal característica é o forte aroma proveniente do malte. Apesar da potência é uma cerveja fácil de beber e muito agradável em dias frios. Suas irmãs, Maibock, Doppelbock e Eisbock, são mais agressivas ainda. A primeira geralmente tem uma coloração mais clara, contudo é muito próxima da Bock tradicional, com a leve percepção maior do lúpulo. Já a Doppelbock é uma "Bock em dobro". Mais carregada de malte e teor alcoólico, enquanto a Eisbock sendo o extremo dentro do grupo, com teor alcoólico beirando os 14%.


HELLES
A cerveja Helles é o mais próximo que existe das cervejas "tipo Pilsen" que existe no mercado brasileiro. Contudo, ela não usa aditivos como milho e arroz. É uma cerveja puro malte, e seu aroma remete ao malte Pilsen, que lembra pão. Sua cor vai do amarelo ao dourado e no sabor predominam os sabores do malte, enquanto em segundo plano, muito leve, surge o lúpulo.


ALTBIER/KÖLSCH
Aqui estão estilos de cervejas distintos: enquanto Albier é uma cerveja acobreada, tendendo mais ao vermelho e portanto, uma cerveja escura, a Kölsch segue o caminho inverso, sendo uma cerveja mais "pálida", de cor âmbar ou até mesmo dourada. Mas o motivo das duas estarem aqui é a sua rivalidade! A Kölsch foi criada em Colônia, noroeste da Alemanha, enquanto a Altbier foi criada em Dusseldörf, cidade vizinha. Enquanto quase toda escola alemã se baseia em cerveja de baixa fermentação, da família Lager, aqui estão duas cervejas de alta fermentação, da família Ale. Ambas são cervejas refrescantes e fáceis de beber.


DUNKEL
Apesar de escura, a cerveja Dunkel é muito leve e fácil de beber. Seu aroma remete a casca de pão, nozes, caramelo e até chocolate. O sabor é dominado pelo toffee, casca de pão e amêndoas, contudo, é uma cerveja que consegue manter o drinkability muito alto e até mesmo refrescância.


MÄRZEN/OKTOBERFEST
A cerveja Baden Baden 5 Grãos leva 5 tipos diferentes de grão em sua receita: malte de cevada, malte de trigo, aveia, quinoa e amaranto. A harmonia entre esses ingredientes cria uma cerveja equilibrada que surpreende pela maciez e leve amargor.